Sporting vai avançar para José Castro

Com o regresso do argentino Grimi a Alvalade cada vez mais complicado, o Sporting fixou já baterias num outro alvo para a defesa e vai avançar para a contratação do jovem central português do Atlético Madrid, José Castro.

A garantia é dada pelo jornal Record, na sua edição desta sexta-feira, recordando que Zé Castro é a solução pretendida por Paulo Bento, caso Grimi não venha.

O ex-academista, que no último defeso trocou Coimbra pelo Atlético Madrid, ao serviço do qual realizou 54 jogos e marcou um golo, está contratualmente ligado ao clube espanhol até 2011, mas já manifestou a intenção de sair para outro emblema, por não ser titular.

Embora a sua preferência em termos de futuro recaia em Inglaterra, o facto do Sporting representar um regresso a casa, assim como a possibilidade de lutar pelo título e jogar na Liga dos Campeões, poderão ser argumentos decisivos para que José Castro opte pelos leões.

Fiquem aqui com um video dos leões, pois eu é que não fico em casa:

Novas!!

Atenção fanáticos por futebol , vamos abrir uma votação, agora respondam por comentários, aqui vai a pergunta:

Quem acham que vai ganhar o EURO 2008?

  1. Alemanha
  2. Espanha
  3. Rússia

Agora fanáticos respondam e votem para ver quem ganha um fantástico post só dedicado aos vencedores, têm até dia 29 de Junho antes do inicio do jogo.

 

 

PS: já disse respondam por comentários.

 

Real Madrid: Sneijder diz que não será moeda de troca por Ronaldo

Wesley Sneijder veio, através do seu site pessoal, explicar que quer ficar no Real Madrid e recusa a ideia de ser usado como moeda de troca para que os merengues garantam a contratação de Cristiano Ronaldo.

«Gostava de comentar os relatos e rumores de que eu poderia estar a caminho do Manchester United, como parte de algum tipo de troca. Como já disse, quando deixei o Ajax, tudo que queria era para vir para o Real Madrid. É o melhor clube do mundo», esclarece o holandês.

«E agora que estou aqui, tudo o que quero é ganhar tantos troféus quantos puder e vestir a camisola branca o máximo de tempo possível. Os mesmos rumores têm sido feitos em torno de Robinho. Espero que ele permaneça e que Cristiano Ronaldo se junte a nós em Bernabeu», garante Sneijder.

«Em suma, estou lisonjeado por me terem ligado ao Manchester United, mas isso não está a acontecer. Fim da história», disse.

E agora um video do Real Madrid:

Meias-finais do Euro: a carga dos «panzers» sobre turcos nos limites

Alemanha e Turquia disputam hoje a primeira meia-final do Euro 2008, um jogo entre duas selecções com estatuto muito diferenciado no futebol europeu e que, para este encontro, se encontram também em situações extremamente diferentes.

Os alemães são a potência que ostenta três títulos de campeões da Europa; os turcos já conseguiram o melhor resultado de sempre como semi-finalistas da mais importante prova da UEFA entre selecções.

Além do currículo que fica fora das quatro linhas, as perspectivas turcas no que respeita às armas para este jogo estão também reduzidas ao mínimo, enquanto do lado germânico, pelo contrário, se prepara para apontar à final do Euro 2008 «com tudo à disposição».

No percurso de ambas as selecções esteve Portugal, que ganhou à Turquia no primeiro dia da competição, mas perdeu no primeiro jogo dos quartos-de-final com a Alemanha. Ambas as selecções da primeira meia-final ¿ pode dizer-se ¿ têm feito um percurso «em crescendo», mas também aqui há diferenças.

Uns com tudo outros com quase nada

Pelo meio de um percurso iniciado com o promissor «bis» do seu melhor marcador (Podolski), os alemães tiveram um desaire que colocou o sucesso na primeira fase em risco até à última jornada, mas reagiram de forma tão inequívoca como eficaz frente a Portugal. Os turcos têm um percurso marcado pelo «milagre da recuperação». Não só começaram a perder em todos os jogos (só não «dando a volta» frente à selecção portuguesa), como as «proezas» têm surgido nos derradeiros minutos de cada embate (que o digam os outros três adversários: Suíça, Rep. Checa e Croácia).

Mas estes embates têm devastado o contingente de Fatih Terim. De tal forma que o seleccionador da Turquia, entre seis jogadores lesionados (Nihat já regressou mesmo a casa) e quatro castigados, só tem 13 elementos disponíveis para um «onze» que for possível; e sendo um deles o terceiro guarda-redes. A única boa notícia para Terim é mesmo o regresso de Mehmet Aurélio (suspenso nos «quartos»), pois as dúvidas sobre a recuperação a tempo de Emre continuam a ser muitas.

Do lado alemão, Joachim Löw tem as razões inversas para estar optimista. Torsten Frings já treinou normalmente, apesar da costela fracturada que o «tirou» do jogo com Portugal, e deverá voltar ao «onze». Desta forma e sem qualquer impedimento de ordem física ou disciplinar, o seleccionador da Alemanha pode optar entre o sistema de quatro defesas, quatro médios e dois jogadores mais avançados ou pela táctica de quatro elementos no sector defensivo com duas linhas de três jogadores, no meio-campo e ataque, respectivamente, que tão bom resultado conseguiu nos quartos-de-final frente à Selecção Nacional.

E agora como já têm um video deixo-vos uma imagem:

Frings recupera e está apto para defrontar Turquia

Treinador da Alemanha

O médio alemão Torsten Frings recuperou de um problema nas costelas e está apto para defrontar, na próxima quarta-feira, a Turquia, em jogo das meias-finais do Euro 2008, anunciou hoje o seleccionador germânico, Joachim Low.“Vamos ter o Torsten de volta e fico muito contente por isso. Apesar de ainda ter algumas dores, isso não será impeditivo de jogar e está em condições de poder actuar o jogo todo”, afirmou Joachim Low.

O médio do Werder Bremen, que já conta 75 internacionalizações pela Alemanha, falhou o embate dos quartos-de-final frente a Portugal (vitória alemã por 3-2), após ter sofrido uma lesão durante o encontro com a Áustria (1-0), na terceira e última jornada do Grupo B.

Frente à surpreendente Turquia, Frings deverá voltar a ocupar um lugar no meio-campo e retirar do “onze” inicial Simon Rolfes, que defrontou a selecção portuguesa.

E como habitual, vou agora meter um video da Alemanha:


 

 

Dunga manda recado para Ronaldinho

O técnico Dunga mandou um recado para Ronaldinho Gaúcho neste domingo logo após o amistoso da seleção brasileira olímpica. Segundo o tetracampeão, ainda é cedo para dizer se o craque do Barcelona, colocado como “salvação” do time canarinho, defenderá realmente o Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim .
– Quem convocou foi a CBF. Estávamos conversando há mais de três meses sobre isso. Fui o primeiro a ver esta situação (de chamar o Ronaldinho). Sempre disse que ele é diferenciado. Fizemos a mesma coisa com o Robinho quando estava mal no Real Madrid. O Ronaldinho vive um momento difícil e estamos protegendo um craque brasileiro. A primeira situação é o Ronaldinho voltar a ser o Ronaldinho. Depois vamos pensar como aproveitá-lo – afirmou Dunga.

O técnico também aproveitou para falar sobre como será a preparação do Brasil para os Jogos Olímpicos de Pequim.

– A falta de definição da Fifa é um problema a mais. Por isso tenho que ver como agem os jogadores. Temos um planejamento que, segundo a Fifa, os jogadores com menos de 23 anos serão liberados e 15 dias antes. Trabalhamos com isso. Sobre os três jogadores acima dos 23 anos estou vendo quais as posições temos mais carência para encaixar esses jogadores.

 

 

Intervenção da CBF aumenta desgaste de Dunga na seleção

RIO – A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já definiu sua estratégia para lidar com Dunga até a saída do treinador da seleção, o que só não será concretizado na hipótese de o Brasil conquistar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto. A entidade vai desgastá-lo pontualmente até que o técnico admita que sofre um processo interno de fritura irreversível e peça demissão.

 

Desta forma, os dirigentes da CBF “lavariam as mãos” e poderiam repetir a desculpa já adotada outras vezes: a de que “foi o treinador que quis sair”. Vanderlei Luxemburgo, o mais cotado para substituir Dunga a partir de agosto, conheceu esse artifício nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, quando também perdeu o cargo de técnico da seleção brasileira.

 

O Estado ouviu nesta sexta-feira quatro pessoas que mantêm alguma relação com a direção da CBF. Três delas têm a mesma opinião sobre esse processo de fritura, a partir da decisão da entidade de impor a Dunga a convocação de Ronaldinho Gaúcho para a Olimpíada de Pequim. De todas, somente o presidente da Federação de Futebol de Pernambuco, Carlos Alberto Oliveira, não pediu que seu nome não fosse divulgado.

 

“O fato [a imposição de chamar Ronaldinho] é sintomático. Conheço esse estilo de comando na CBF há 20 anos. É de nunca bater de frente quando se quer afastar alguém. O que se faz é isso: começar a dar sinais, a comer pelas beiradas. E agora o primeiro sinal público foi dado ao Dunga do que vai acontecer”, disse Carlos Alberto Oliveira, foi vice-presidente da CBF por quatro anos e chegou a dirigi-la interinamente em 1992.

 

Em entrevista nesta sexta-feira ao site Terra, Dunga disse que a convocação de Ronaldinho Gaúcho para a Olimpíada já estava planejada havia três meses e enfatizou que existe uma campanha, que partiria de fora da CBF, para que ele seja demitido. “Sei que querem a minha cabeça porque criei uma zona de desconforto para quem estava acostumado a cobrir a seleção brasileira sem sair de casa”, declarou o técnico, dando a entender que se referia a alguns profissionais da TV Globo. “Queira ou não queira, a poderosa manda e os caras que trabalham para ela acham que mandam.”

 

Apesar dessas declarações, amigos do treinador confirmaram que ele ficou contrariado com a forma como a CBF conduziu o processo de convocação de Ronaldinho Gaúcho para os Jogos de Pequim. Enquanto isso, a entidade, por meio de sua assessoria de imprensa, negou que tenha havido uma intervenção no trabalho do treinador.

 

PROBLEMAS INTERNOS

Em quinto lugar nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, a seleção brasileira vive uma crise cujo alvo principal é mesmo Dunga. Vaiado intensamente durante o empate do Brasil com a Argentina, na última quarta-feira, no Mineirão, o técnico vem acumulando desgaste não apenas com torcedores e dirigentes da CBF, mas com integrantes da sua própria comissão técnica.

 

Em quase dois anos à frente da seleção, Dunga já se envolveu em incidentes com o chefe da segurança, coronel Castelo Branco, e com o supervisor Américo Faria. E, mais recentemente, criou um mal-estar público com o médico José Luís Runco por causa da cirurgia a que foi submetido o meia-atacante Kaká no final de maio, no Rio.

 

Explosivo e sempre pronto a lidar de forma deselegante com a imprensa nas entrevistas coletivas, Dunga chega, às vezes, a situações extremas. Na final da Copa América de 2007, quando ainda comemorava em campo o título do Brasil, o treinador agarrou o pescoço de um fotógrafo e o sacudiu. Estava irritado com a cobertura do veículo a que pertencia o profissional na campanha da seleção na Venezuela.

 

Já a atitude mais ríspida de Dunga com seus pares teve como alvo o coronel Castelo Branco, figura muito querida na seleção. O treinador chamou a atenção do militar aos palavrões por causa da presença de cinegrafistas e fotógrafos numa área reservada, na Granja Comary, concentração da CBF em Teresópolis (RJ), após um treino da seleção. Desde o problema, ainda em 2006, Castelo Branco passou a se ausentar da maior parte das atividades da equipe na cidade serrana.

 

Dunga também tem dificuldades de assimilar a hierarquia na seleção. Às vezes, “atropela” outros auxiliares, como os assessores de imprensa, e toma decisões unilaterais e impulsivas Pelos últimos resultados ruins, a irritação crescente dos torcedores por todo o País, a falta de um padrão de jogo da seleção e todas essas desavenças internas, resta somente a conquista do título olímpico em Pequim para que Dunga continue tentando levar o Brasil ao Mundial da África do Sul em 2010.

E agora fiquem com um video do fanático Ronaldinho :

 

Ps: Eu meti fotos de Ronaldinho porque ele é um jogador que se sobressai e ele também aparece no post.